26 de jan de 2014

EX DE BRITNEY COMENTA FASE OBSCURA EM 2007


O ex-namorado de Britney, Adnan Ghalib, falou para o tabloide The Sun sobre o período negro da vida da cantora. Segundo ele, Britney tomava drogas prescritas e 15 latinhas de Red bull por dia, além de fumar 40 cigarros diariamente.

Adnan vendeu sua história para o jornal britânico The Sun, que é famoso por inventar histórias/aumentá-las. Leia a tradução:

SOFRIA mudanças terríveis de humor se ela não via seus filhos que moravam com Kevin Federline.
ACABOU totalmente vazia enquanto tomava drogas prescritas para mascarar seu sofrimento.
ABUSOU de salgadinhos de queijo enquanto se afundava em 15 latas de Red Bull e fumava 40 cigarros por dia.
ANSIAVA em escapar do showbusiness e se mudar com ele para Inglaterra e começar sua própria família.
 
O fotógrafo paparazzi Adnan, 41, que insiste que ele e Britney, 32, continuam em um ''profundo amor'', disse: "O natal de 2007 foi o dia mais desolador que eu já tive"
 
"A Britney estava se afogando em desespero, lutando para respirar, sentia que sua vida estava escapando. Ela não podia ver seus filhos e queria se animar, então nós dirigimos de Beverly Hills para sua mansão alugada em Malibu para fugir da cidade. Mas quando nós fomos para a sala de estar e vimos a árvore de natal e os presentes dos meninos, isso acabou com ela. Ela não conseguia parar de chorar. Eu coloquei meus braços em torno dela e tentei confortá-la, mas nenhuma palavra surtia efeito. Ela se ajoelhou e começou a abrir os presentes dos meninos. Foi agoniante e devastador ver aquela maravilhosa e devotada mãe reduzida a esse estado. Ela olhou desamparada enquanto abria o caminhãozinho do Sean, então ela caiu no tapete de gritou muito. Ela estava profundamente depressiva e angustiada. Era a pessoa mais infeliz que eu já conheci na minha vida. Ela sentia que estava sendo punida estando longe de seus filhos. Ela me disse, 'Se eu não posso ver meus filhos, eu não tenho razão para viver'. Todos os dias eram imprevisíveis. Ela mudava de feliz para depressão profunda. Nos dias que os meninos visitavam ela, ela estava feliz, sorrindo e cantando pela casa. O ritual dela era limpar o quarto deles e tirar seus brinquedos mesmo que a empregada tivesse feito isso. Às vezes, antes de uma visita, ela recebia uma ligação dizendo que não ia mais acontecer, e isso a levava para a borda novamente. Ela corria para o seu quarto, batia a porta e se recusava a sair durante todo o dia, não bebendo nem comendo nada. Chamava o nome dos seus filhos enquanto chorava por horas."
 
Segundo Adnan, Britney apenas tomava drogas prescritas, mas era o suficiente para ela ficar "maniaca, estranha e totalmente vazia." Ele disse: "O motivo que ela tomava eles era para aliviar seu sofrimento em não ver seus filhos. Basicamente ela tomava Adderall que é um acelerador legal da mente. Ela tinha dezenas de caixas pela sua casa e tomava o tempo todo. A equipe dava a ela dizendo 'Aqui estão suas vitaminas'. Elas certamente não tinham o efeito que vitaminas tem. Em alguns minutos, a pupila dela estava aumentada e ela 'pronta e frenética'. Ela também tomava Red Bull o dia todo, 15 latinhas. Ela podia falar contigo por horas. Parecia que aquelas substâncias tiravam a fome dela também. Tudo que ela queria comer era Cheetos e os biscoitos Cheez-It. Ela fumava 40 cigarros todos os dias. De repente, em um momento do dia, ela parava e ficava triste no sofa por horas."
 
Adnan diz que ajudou Britney durante seus dias negros. "Quando Britney e eu nos conhecemos, ela jurou nunca mais falar com Jamie. Mas depois eu disse que aquilo poderia ajudar ela com seus filhos, e ela concordou. Quando eu liguei para o Jamie, disse que eu estava tentando reunir eles e ele começou a chorar e dizer 'Obrigado, obrigado!'. Você pode ter todo o dinheiro na minha conta do banco. Ela não vai me deixar vê-la."
 
Ele disse: "Escapar do brilho de Los Angeles foi ótimo para ela. Ela ficou mais divertida, relaxada e jovial. Um dia no Palm Springs, ela queria olhar a sitcom de 1950 'I Love Lucy' no nosso hotel. Ela ria e sorria toda a hora, e queria ser mimada e abraçada. Foi como ter uma namorada normal. O serviço de quarto nos trouxe (a série) e nós ficávamos rindo. Foi perfeito."
 
Sobre uma outra escapada para o Mexico em 2008, Adnan disse: "Ela me disse 'eu estou apaixonada por você, acho que estou grávida'. Ela parecia estar muito empolgada e queria manter a criança. Nós corremos para pegar um teste de gravidez e deu negativo. Ela ficou arrasada." 
 
Sobre a suposta aposentadoria da Britney depois da 'Britney: Piece Of Me'. "Britney queria sair do showbusiness em 2008. Ela odiava a fama e o fato de não conseguir ir a lugar algum sem ser incomodada. Ela me disse que o álbum Blackout de 2007 seria o seu último. Ela me disse 'eu não me importo com o dinheiro. Eu quero ser eu mesma, Britney Jean. Eu amo meus fãs, mas amo meus filhos mais.' Ela falou isso muito seriamente. Britney nunca teve uma vida normal desde que era uma adolescente. Eu sei que ela quer ter mais filhos e está desesperada para encontrar a pessoa certa e se ajeitar com ela. Eu espero que ela encontre um rapaz que a faça verdadeiramente feliz."
Fonte: Rebellion.

Nenhum comentário:

Postar um comentário