9 de ago de 2012

STYLIST DA "CIRCUS TOUR" CONTA SOBRE MUDANÇAS CONSTANTES NO FIGURINO


William Baker, stylist e diretor criativo de videoclipes e turnês de artistas como Britney Spears, Rihanna, Kylie Minogue e Björk, concedeu uma entrevista para a revista britânica Fabulous, onde comentou sobre a turnê Circus (2009).

“Há uma grande diferença entre as celebridades britânicas e as estrelas americanas”, ele diz. “As americanas têm 20 seguranças ao seu redor.”

Britney, segundo ele, não foi exceção. “Ela estava num estado frágil”, disse William sobre o período em que trabalhou para a cantora entre 2008 e 2009, quando ela iniciava seu retorno após um grande colapso. “Foi difícil porque você poderia dizer facilmente que ela passou por muita coisa. Fizemos vários esboços para tentar chegarmos no projeto ideal de figurino. Mas depois de tudo, ela cortou o que projetamos e decidiu fazer o que bem queria.”

O resultado foi um conjunto de roupas extremamente criticadas, e os tablóides na época classificaram os figurinos como um mix de roupas de stripper e peças equestres.

Mas, será que William teve dificuldade para aceitar a decisão final de Britney? “Realmente foi difícil, mas o que mais deixa as meninas inseguras são justamente suas roupas, então isso pode ser um processo complicado”, ele diz.

Além de Britney, William destaca que Shirley Manson, da banda Garbage, e Geri Halliwell, ex-Spice Girl, foram algumas das estrelas que ele trabalhou e que se sentiam menos confiantes na hora de trabalhar. “Shirley jogou vários sapatos em mim, e Geri é muito segura, mas insegura, se é que isso faz algum sentido.”

De seus clientes mais mal-humorados, sem citar nomes, ele diz: “A maioria das pessoas com quem trabalho são muito determinadas. Se elas odeiam uma coisa mas você as convence, eles vão ter um certo humor sobre aquilo. As pessoas que mais dão trabalho geralmente são aquelas que não são tão bem sucedidas assim.”
Fonte: X-Britney.

Nenhum comentário:

Postar um comentário