24 de jun de 2011

DIRETOR DE 'I WANNA GO' CONTA TUDO SOBRE O CLIPE

O diretor do clipe I Wanna Go, Chris Marrs Piliero, deu uma entrevista pro New York Post e revelou algumas curiosidades sobre o processo de criação e gravação do vídeo. Confira:

Como você virou o diretor desse clipe?
Ela me ligou e pediu para eu criar um conceito para a música. Simples assim. Sou um fã dela há muito tempo e estava louco para que isso acontecesse, pois a acho uma das artistas mais legais do pop.

De onde surgiu a ideia para o vídeo?
A música é muito divertida e agitada com várias conotações sexuais - mas a frase chave para mim foi ‘Be a little inappropriate’. Esse foi o verso que mais se destacou, mas nós não queríamos fazer um vídeo nessa vibe sexual. Nós estávamos querendo que ela explorasse esse lado inapropriado de uma forma divertida. Ela é a Britney Spears - como você reagiria se ela te desse um autografo e apertasse a sua bunda?!

Você não ficou com medo das pessoas falarem ‘Argh! Outro vídeo sobre paparazzi?’
Não. Eu assisti todos aos clipes dela e resolvi pegar um pouco de cada, mas misturando e fazendo algo novo, e uma das coisas que mais me chamou a atenção foi o lance dos paparazzi. Ela nunca teve a chance de revida-los, de lutar contra eles. Pensei que essa fosse a chance perfeita para manda-los ‘se fu***’.

Literalmente! Houve alguma censura dela ou de sua equipe pelos palavrões?
Eu escrevi o começo sem saber se ela o gravaria ou não, mas fiquei feliz em saber que ficamos do mesmo lado no jogo. Eu sou um fã, assisti ela em ‘How I Meet Your Mother’ e no ‘SNL’ e queria que o vídeo trouxesse esse lado divertido dela. Mesmo os clipes que tiveram uma narrativa, nenhum explorou esse lado cômico. Ela nunca teve um clipe divertido desse jeito, aonde pudesse ser engraçada e sem noção. Foi meu objetivo desde o começo: que ela fosse engraçada, malvada e descolada.

Existem vários rumores sobre Britney ser manipulada por sua equipe em tudo o que faz. Você, como trabalhou com ela, pode nos dizer se isso é verdade?
Deixa eu te dizer, isso tudo é mentira. Qualquer artista tem seu empresário, esse é o trabalho deles. É pra isso que são pagos. Eu trabalho com o artista. Sua pergunta até se parece com o inicio do vídeo, na conferencia de imprensa - é um rumor ridículo e exagerado sobre sua carreira. Eu me sentei com ela, conversei com ela, mostrei e tive ideias do conceito com ela. Ela colaborou extremamente no processo de criação. Ela sugeriu algumas alternativas e mudou outras coisas. Mesmo sua equipe estando lá, o conceito foi meu e dela. Ela foi responsável por grande parte de tudo.

Para terminarmos, no vídeo podemos ver ‘Crossroads 2: Cross Harder’. Eu amei isso! De onde surgiu a ideia?
Eu precisava de um título de filme para o letreiro do cinema, e achei que esse seria perfeito. É como a surpresa do ovo de páscoa para os fãs. Assim como ‘Die 2: Die Harder’ é a maneira mais ridícula e genial de se intitular uma sequencia. Eu senti que esse seria o título perfeito. Quando Britney viu, ela adorou!

Em tempo, a MTV exibiu uma pequena matéria mostrando todas as referências da cultura pop usadas no clipe, que vão de Kill Bill até ao clipe Thriller de Michael Jackson. Confira: 

 

Tags: MTV Shows
Fonte: BritneyBR.

Nenhum comentário:

Postar um comentário