10 de ago de 2012

GRAVADORAS DISPUTAM NOVO CONTRATO COM BRITNEY


O site The Hollywood Reporter publicou uma matéria nesta quarta-feira, dia 8, sobre uma suposta batalha por Britney Spears entre gravadoras. Segundo o site, o contrato de Spears com a Jive Records (agora RCA, uma divisão da Sony Music) se encerra após o lançamento de mais um álbum, e entre os interessados na contratação de Britney estão L.A. Reid, que é presidente da Epic Records (também parte da Sony Music), e Barry Weiss, ex-presidente da Jive Records que guiou a carreira de Spears desde o começo e que agora comanda a gravadora Island Def Jam Motown e Universal Republic, que é o atual selo de artistas como Justin Bieber, Kanye West e Mariah Carey.

Ambos os executivos querem contratar Spears, pagando de três a cinco milhões de dólares por álbum lançado (número estimado) — os sete álbuns de estúdio da cantora já venderam cerca de 100 milhões de cópias em todo o mundo —, mas fontes dizem que a disputa pela cantora já tem diferentes estratégias.

L.A., que ficou mais ‘íntimo’ de Spears desde que ela entrou para o X Factor — e que durante as audições até trocou de lugar com Demi e passou a se sentar ao seu lado na bancada dos jurados — está precisando de um artista que consiga liderar nas paradas de sucesso, já que ele está no comando da gravadora por mais de um ano e ainda não conseguiu obter grandes resultados com seus contratados. Segundo fontes, L.A. está aproveitando sua proximidade com Spears para conversar sobre a mudança e ao mesmo tempo oferecendo seus conselhos e prometendo elevar sua carreira ‘para um novo nível’.


Barry, que praticamente trocou de emprego com L.A. no ano passado, tem a relação de longa data com Spears como vantagem.

“Eu tenho uma história de 15 anos com Britney e adoraria voltar a trabalhar com ela”, ele disse ao The Hollywood Reporter. Na verdade, Barry é um dos poucos executivos com quem Britney já interagiu diretamente, e ele representa “uma espécie de zona de conforto para Britney”, disse uma fonte. “Barry entende como Britney é e como seus negócios funcionam.”


Mas a principal questão está justamente com o Team Britney, que toma as decisões na vida e carreira de Spears, o que inclui Jason Trawick, que é seu noivo, ex-agente, atual co-curador (ao lado do pai da cantora, Jamie Spears) e que acompanha Britney de perto no X Factor, e Larry Rudolph, empresário que a descobriu. Larry é próximo tanto de L.A. quanto de Barry.

Segundo o The Hollywood Reporter, a parceria de Britney com o X Factor, que está alinhada exclusivamente com a Sony Music, não dá nenhuma vantagem para a gravadora quanto a assinatura do contrato e nem pode impedi-la de negociar um novo acordo. A atual gravadora de Spears, RCA Records, não quis comentar sobre o assunto, dizendo que a empresa não comenta publicamente sobre os detalhes de seus acordos com os artistas.

“Larry e Jason vão querer ir onde realmente estará a melhor oferta”, disse uma fonte ao site, que adverte que, após todos estes anos na indústria musical, Spears consegue facilmente identificar o que é uma oferta boa. “Ela é uma ‘mercadoria disputada’ no momento, o que é algo muito bom.”
Fonte: X-Britney.

Nenhum comentário:

Postar um comentário